Criança e a Experiência Afetiva com a Natureza

Ref: 978-85-473-0768-4

Ao buscar na filosofia os fundamentos para instituir uma nova prática pedagógica que contemple a relação da criança com a natureza, Zemilda do Carmo Weber do Nacimento dos Santos percorre rastros profundos que os filósofos – principalmente Spinoza – deixaram na história quando escreveram suas teorias acerca da constituição do universo, dos seres humanos e dos demais sistemas de vida.


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 54,00
ADICIONAR 
AO carrinho

ISBN: 978-85-473-0768-4


Edição: 1


Ano da edição: 2018


Data de publicação: 00/00/0000


Número de páginas: 238


Peso: 200 gramas


Largura: 14.8 cm


Comprimento: 21 cm


Altura: 2 cm


1. Zemilda do Carmo Weber do Nascimento dos Santos.

Ao buscar na filosofia os fundamentos para instituir uma nova prática pedagógica que contemple a relação da criança com a natureza, Zemilda do Carmo Weber do Nacimento dos Santos percorre rastros profundos que os filósofos – principalmente Spinoza – deixaram na história quando escreveram suas teorias acerca da constituição do universo, dos seres humanos e dos demais sistemas de vida.

Este livro originou-se de uma pesquisa de doutorado, a qual analisou os documentos oficiais (1988 a 2014) que regulam e orientam a Educação Infantil no Brasil, e evidenciou que eles não demarcam uma concepção que permite a materialização da relação da criança com a natureza como experiência afetiva.

Essa escritora catarinense tem a perspicácia de analisar os impactos do pensamento moderno na sociedade contemporânea e na constituição dos sujeitos – as crianças – que são atendidos nas instituições de educação infantil de nosso país. Da menina, mulher, mãe, professora, emerge uma mediadora que dialoga com o mundo, consigo mesma, com a natureza e com as crianças.

Esta obra é, sem dúvida, a possibilidade para um caminho de mudanças, de quebra de paradigma na forma e no modo de conceber as práticas pedagógicas na educação infantil, na relação da criança com a natureza. A autora convida o leitor, por meio de suas anamneses infantis, a (re)visitar a infância, a traçar percursos que nos levam a amar e desejar, estar e cuidar da Natureza. Esta é uma obra inovadora, uma contribuição teórica concisa aos profissionais que atuam na educação infantil e aos familiares da sociedade contemporânea. Um pensamento lúcido, humanizado e consciente de seu papel na constituição das milhões de crianças cidadãs que são atendidas nas instituições de educação infantil no momento da escrita desta obra. A qualidade do trabalho faz do livro uma referência de leitura, que será de grande utilidade na educação institucional e familiar das crianças. E, acima de tudo, satisfaz um anseio de leitores sedentos por textos afetivos sobre a relação da criança com a natureza.