“Burros Sem Rabo”: Invisibilidade e Consumo Ostensivo

Ref: 978-85-473-0080-7

Do mesmo modo que os habitantes da cidade Leônia, segundo Ítalo Calvino, vivemos a era do consumismo e da produção exacerbada de lixo. O problema do excesso de dejetos provenientes do consumo desenfreado, “bulímico”, resultou na emergência dos catadores de materiais recicláveis, sujeitos que, supostamente, têm seu consumo orientado apenas para as necessidades básicas de sobrevivência, considerando que os ganhos conquistados no trabalho de catação são escassos.


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 57,00 R$ 47,00 18% off
ADICIONAR 
AO carrinho

Código de barras: 978-85-473-0080-7


ISBN: 978-85-473-0080-7


Edição: 1


Ano da edição: 2016


Data de publicação: 00/00/0000


Número de páginas: 305


Encadernação: Brochura


Peso: 300 gramas


Largura: 14.8 cm


Comprimento: 21 cm


Altura: 3 cm


1. Josilene Barbosa do Nascimento.

Do mesmo modo que os habitantes da cidade Leônia, segundo Ítalo Calvino, vivemos a era do consumismo e da produção exacerbada de lixo. O problema do excesso de dejetos provenientes do consumo desenfreado, “bulímico”, resultou na emergência dos catadores de materiais recicláveis, sujeitos que, supostamente, têm seu consumo orientado apenas para as necessidades básicas de sobrevivência, considerando que os ganhos conquistados no trabalho de catação são escassos. Entretanto, os catadores estariam imunes a essa “febre consumidora”? O que significa consumir para esse grupo? Será que ocorre uma relação entre as suas práticas de consumo e o trabalho realizado de catação de materiais recicláveis? Um trabalho, supostamente, desvalorizado socialmente? Os leitores descobrirão nesta obra que há um enorme equívoco na concepção de que o consumo dos catadores é estritamente direcionado às necessidades básicas de sobrevivência.