Déficit de Atenção e Hiperatividade: Para Além do Diagnóstico

Ref: 978-85-473-0363-1

O Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH) é um dos transtornos mais complexos que acomete crianças em idade escolar, podendo prejudicar o aprendizado e o desenvolvimento. A escola tem um papel importante, pois a compreensão de certos comportamentos apresentados pelos educandos estão diretamente relacionados ao delineamento de um planejamento de intervenção pedagógica, cuja função é inserir esses sujeitos no contexto escolar, permitindo que eles avancem no aprendizado e se desenvolvam intelectualmente.


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 54,00
ADICIONAR 
AO carrinho

Versão digital
R$ 24,00
ADICIONAR 
AO carrinho

ISBN: 978-85-473-0363-1


ISBN Digital: 978-85-473-0363-1


Edição: 1


Ano da edição: 2017


Data de publicação: 00/00/0000


Número de páginas: 321


Peso: 200 gramas


Largura: 14.8 cm


Comprimento: 21 cm


Altura: 2 cm


1. Claudia Waltrick Machado Barbosa.

O Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH) é um dos transtornos mais complexos que acomete crianças em idade escolar, podendo prejudicar o aprendizado e o desenvolvimento. A escola tem um papel importante, pois a compreensão de certos comportamentos apresentados pelos educandos estão diretamente relacionados ao delineamento de um planejamento de intervenção pedagógica, cuja função é inserir esses sujeitos no contexto escolar, permitindo que eles avancem no aprendizado e se desenvolvam intelectualmente. O fracasso escolar é um dos conceitos que permeiam a prática pedagógica, mas pode ser superado por meio de uma prática docente efetiva, pois para a superação das barreiras do processo de aprendizagem, o trabalho dos profissionais da área da educação precisa ser coletivo e estar articulado com políticas sociais e econômicas, uma vez que exige mudanças profundas em atitudes, crenças e práticas para assegurar que todos os alunos, sem qualquer discriminação, tenham as mesmas oportunidades de aprendizagem e que possam desenvolver plenamente suas capacidades. A mediação nesse âmbito surge como possibilidade de desenvolvimento, pois no processo de interação, a criança é colocada em contato com outros indivíduos pertencentes ao seu grupo cultural, o que permite uma mediação com o mundo e com a realidade, possibilitando a formulação de conceitos acerca de si, do outro e do mundo que a cerca.