Coleção – Formação de Professores

Ref: 978-85-8192-236-2

Ampliação das Inteligências Intra e Interpessoal nos Espaços Educativos ISBN: 978-85-8192-236-2Número de Páginas: 130Edição: 1ª Ano da edição: 2013Educar e Cuidar: promovendo o Sucesso Escolar ISBN: 978-85-8192-238-6Número de Páginas: 94Edição: 1ª Ano da edição: 2013Metodologia da Pesquisa - Formação na Escola ISBN: 978-85-8192-239-3Número de Páginas: 190Edição: 1ª Ano da edição: 2013


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 96,00
ADICIONAR 
AO carrinho

ISBN: 978-85-8192-236-2


Edição:


Ano da edição: 2013


Data de publicação: 00/00/0000


Número de páginas: 130


Encadernação: Brochura


Peso: 100 gramas


Largura: 14.8 cm


Comprimento: 21 cm


Altura: 21 cm


1. .

Ampliação das Inteligências Intra e Interpessoal nos Espaços Educativos 
Ser transdisciplinar é romper com o pensamento meramente matemático para o desenvolvimento da imaginação, das inteligências, da sensibilidade e dos significados. Assim, o trabalho pedagógico voltado para o processo de autoformação promove a formação humana na perspectiva da ampliação da consciência, de modo especial da espiritual e da social.
A autoformação é um procedimento que pode e deve ser utilizado pelos educadores no trabalho educativo de formação dos sujeitos aprendentes, pois acreditamos que é de competência das nossas escolas o trabalho pedagógico de instrução, bem como, o de formação. Para tanto, cabe a elas a constituição de experiências que possibilitem aos sujeitos aprendentes a busca de si e de nós, a busca de sentido, a busca de felicidade e a busca de conhecimento, conforme Josso (2004).

Educar e Cuidar: promovendo o Sucesso Escolar 
Durante o trabalho pedagógico escolar com as crianças e adolescentes, alguns provindos do mundo das drogas, do furto e dos abusos do contexto familiar, começamos a diagnosticar pelas suas falas e atitudes, essas ouvidas e presenciadas no cotidiano escolar, que a escola não os estava ajudando na construção da consciência social e existencial, assim por eles expressados: profe, porque vou me interessar pelos estudos se não tenho futuro? Eu não aprendo, tenho muita dificuldade! Essas coisas que vocês ensinam eu não vou utilizar. Eu quero uma vida melhor para mim, mas a vida lá fora é muito difícil! Diante dessas falas, fomos percebendo que, [...] muitas vezes, educadores e políticos falam e não são entendidos. Sua linguagem não sintoniza com a situação concreta dos homens a quem falam. E sua fala é um discurso a mais, alienado e alienante (FREIRE, 1975, p. 102). 
Assim, diante do exposto investimos na ampliação das capacidades relacionais entre os seres humanos para garantir o desenvolvimento humano nas dimensões do cuidado ético e do sentido da vida. Por isso, apresentamos sugestões de oficinas pedagógicas para estimular os sujeitos aprendentes nas competências pessoais e sociais, e, desse modo, promovermos o sucesso escolar.

Metodologia da Pesquisa - Formação na Escola 
A produção do conhecimento na Educação requer o reconhecimento da pluralidade das interpretações oriundas dos diferentes níveis de consciência, o que significa dizer que a consciência racional é apenas um tipo de consciência. Necessitamos reconhecer que há outras formas de consciência que possibilitam a compreensão da realidade e, essa concepção tem seu fundamento nos paradigmas transpessoal, espiritual, da física quântica e da complexidade.
A metodologia, pesquisa-formação, além de ser um instrumento de investigação é ao mesmo tempo um instrumento pedagógico que constitui uma íntima imbricação entre pesquisador e narrador, na perspectiva educativa de autoformação.
A pesquisa-formação possibilita ao sujeito participante o aprender a expor as suas sensibilidades, a aprofundar as relações entre pensar, escrever e viver, e a tornar-se mais conscientemente responsável pelo sentido conferido às buscas que animam a sua vida e responsável pelas valorizações que a orientam.
O trabalho pedagógico de autoformação não se confunde com o trabalho terapêutico da psicologia. É um trabalho imbuído de estratégias pedagógicas que orientam o sujeito para o despertar de sua capacidade criadora sobre a existência e o viver melhor consigo e com os outros.